March 17, 2017

Please reload

Recent Posts

USA: A road trip on Highway 1

July 15, 2019

1/4
Please reload

Featured Posts

ISLÂNDIA: Porque você deve ir a terra do gelo

January 17, 2017

 

Este texto foi originalmente publicado em Malão. Veja aqui

 

Quando agendei minha viagem pra Islândia cansei de escutar, de inúmeros amigos, que eu estava louca. 'Como assim, ir para Islândia no meio do inverno? Você vai congelar'.

Boas notícias! Eu não congelei e provavelmente vi as paisagens mais bonitas da minha vida no curto período em que estive na terra do fogo e gelo. Por isso estou aqui hoje para convencer você a deixar o país tropical e se aventurar num friozinho gostoso por um tempo. 

 

Chegar é fácil. O aeroporto internacional de Keflavik fica a 40 minutos de Reyjavik e recebe voos de diversas capitais européias e algumas grandes cidades dos EUA. 

 

Não há uma melhor época para ir. Tanto no verão como no inverno você vai ver cenários surreais e maravilhosos.

A minha jornada foi no mês de fevereiro, não é dos mais frios já que a temperatura média fica entre os -10ºC e 6ºC, nada terrível.

O contraste entre a neve e as praias de areia vulcânica foi maravilhoso. As geleiras, mais congeladas do que nunca e com um tom de azul ainda não visto, foi inexplicável.

Já a aurora boreal, na lista há anos, mudou do verde ao rosa e me trouxe uma sensação que jamais esquecerei. 

 

Ir no verão também deve ser demais já que os dias duram quase 24h e você pode fazer passeios de barco. Mas não pense que faz muito calor, a máxima gira em torno dos 15ºC. 

É indispensável alugar um carro, mesmo que você não tenha experiência dirigindo na neve. Alugue um 4x4 e vá com fé. Na nossa viagem enfrentamos tempestades de neve impressionantes e não atolamos nenhuma vez (uhul). A gasolina não é das mais baratas, mas não existe transporte público entre uma cidade e outra e os ônibus turísticos vão cobrar o olho da cara por algo trivial. 

Aliás, a grande maioria dos passeios e descobertas não precisam de guia (com excessão de entrar em cavernas de gelo). Muitas das atrações não tem sequer um controle de quem passa por lá. Então compre um chip local com acesso à internet no aeroporto (3GB por algo em torno de €10) e use e abuse dos mapas offline. Se tiver tempo (e um pouquinho de coragem) deixe-se perder entre as inúmeras placas sinalizando cachoeiras e outras belezas naturais. Você pode fazer isso sozinho e vai ser muito mais divertido. 

Se depois de tudo isso ainda não te convenci a conhecer a Islândia, não tem problema.

Uma foto vale mais do que mil palavras. 

Todas as fotos neste post foram tiradas por mim com um iPhone 5S.

 

 

Share on Facebook
Please reload